Notícias

Postado: 12/08/2020 | 15:29

VOCÊ TEM PLANO PARA AS CRISES INESPERADAS?

Ter um plano para crises inesperadas não significa que você está esperando pelo pior, mas que vive de uma forma sustentável, o que quer dizer que você passará por crises inesperadas com tranquilidade.

Veja algumas dicas para montar um plano de crise:

1. Antes da crise:
Faça um levantamento das despesas fixas mensais para, no mínimo, os próximos três meses e coloque em uma planilha – desta forma você considera pagamentos bimestrais e/ou trimestrais. Após isso, planeje-se para depositar o valor total destes gastos em uma poupança ou faça algum investimento em que você não tenha prejuízos caso necessite resgatar o dinheiro investido para uso emergencial.

2. Durante a crise:
Ajuste os gastos! Você fez uma reserva para esse momento, porém, pode utilizá-la com prudência e tentar mantê-la o máximo possível. Pague o que for essencial, reduza os gastos supérfluos e economize nos detalhes, que é onde mais se gasta sem perceber. Uma redução de 20 reais em uma conta de luz ou em um plano para telefonia celular pode economizar 120 reais em seis meses. E se você fizer um somatório de outros gastos semelhantes, verá o quanto pode economizar.

3. Após a crise:
Avalie quanto do fundo para crises inesperadas você utilizou e faça um novo plano para repor o valor gasto. Assim, você estará sempre vivendo de acordo com o cenário do presente, sem deixar de investir no futuro, como, por exemplo, continuar cuidando da sua previdência complementar.